segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Trinta moedas e um destino


Graça e paz do Senhor Jesus queridos!

Gostaria que analisar contigo, dentro dessa porção da bíblia, alguns itens importantes.. vem comigo para o texto abaixo:

...e lhes perguntou: "O que me darão se eu o entregar a vocês? " E eles lhe fixaram o preço: trinta moedas de prata.
Mateus 26:15-16

Quando Judas, que o havia traído, viu que Jesus fora condenado, foi tomado de remorso e devolveu aos chefes dos sacerdotes e aos líderes religiosos as trinta moedas de prata.

Mateus 27:3-4

"A Judas Escariotes foi dado a opção de escolher qual seria o seu destino tendo em mãos as trinta moedas..."


Este personagem de extrema importância na história de Cristo foi uma grande incógnita para muitos estudiosos da palavra de Deus.  Ele sabia exatamente o seu chamamento por Cristo como um apóstolo, por outro lado, permitiu com que todos os sentimentos que um homem de Deus não deveria ter se apossassem de sua vida!

Isto prova que mesmo que sejamos batizados, andemos com Jesus e tenhamos o seu reconhecimento como filho de Deus não impede de sermos tentados em nossos desejos mais íntimos. Judas Escariotes trocou tudo o que tinha com Cristo para se render ás suas paixões pessoais e traidoras. Ao ver uma mulher entregando tudo que tinha aos pés de Jesus como oferta de amor e gratidão a repreendeu veemente dizendo: - "desperdício". Fica claro aí que ele já não entendia mais o sentimento de adoração ao mestre! Todo o amor e reverência que ele mesmo tinha pelo Senhor ficou nitidamente banalizado na sua atitude insana.

A traição já havia tomado conta do seu ser, a cobiça satânica cauterizou totalmente a fé e o amor que brotara anteriormente no seu coração! Esqueceu da amizade, do carinho e dos benefícios de se andar com Cristo verdadeiramente! 

O veneno da humanidade é o desejo de querer sempre o novo! Vivemos o tempo da ostentação, onde queremos o melhor, o mais caro e o mais atualizado possível. O que é bom tem que ser engavetado porque já não é mais conveniente, é demodê; e assim, veja que o velho vai se tornando obsoleto e nessa fase a tendência é deixarmos de lado o que não convém pelo desuso. Os valores estão nitidamente sendo invertidos! Nós trocamos o absoluto e eterno pelo efêmero e temporário! Escariotes perdeu a sua visão do Abençoador e a igreja também tem perdido, ambos se tornaram doentes e suicidas em potencial por estarem cada vez mais distantes do Senhor, ainda que esteja o Senhor muito próximo de ambos.

As trinta moedas estavam pesando nas decisões de Judas Escariotes e fez a diferença naquele que cuidava das finanças da igreja na época; ofuscou a fé de Judas o brilho da prata em suas mãos! Este foi então o primeiro escândalo na tesouraria dos seguidores de Cristo registrado até então. Isto acontece quando tratamos os valores espirituais como se fossem carnais; O mundo está cheio de pessoas que trocam a verdade de Deus por preço.. eu me pego analisando: - Será que toda fé tem um preço??!! Até quando farão negócio da nossa fé com o nosso consentimento? Somos coniventes de um sistema mundial de corrupção da fé, somos aqueles que são escarnecidos e satirizados pelos programas globais nas mídias brasileiras, pagamos por esses programas e rimos de tudo como se não estivessem dizendo ao nosso respeito! Fazem conosco como fizeram com o povo no passado: pão e circo! Por sua vez, nós fechamos os nossos olhos, a boca e os ouvidos em uma imobilidade mórbida de atitudes, que dá inveja até ao homem estátua na praça da Sé. Empurram garganta abaixo os shows gospel (e dos bons ainda), sem miséria nos ga$to$, para nos dizer implicitamente "tamo junto irmão". Enquanto isso, as moedas vão se acumulando uma a uma em nosso saquitel da indolência!

O que me deixa mais constrangido como crente, é perceber que o mesmo sentimento que Iscariotes tinha por Jesus, falando de uma maneira muito direta, uma grande parte da igreja também tem:
Trocar o Senhor por qualquer coisa, trocar o que tem valor por preço!

A Graça foi nos dada sem preço, mas com um valor inestimável; analisando este pensamento, vejo o porque de Esaú ser chamado de profano; semelhante a Judas, desprezou aquilo que sabia que era Bom por aquilo que achava mais conveniente no momento. Trocou sem titubear a sua bênção da primogenitura por um prato de alimento; perdeu tudo por apenas algumas lentilhas. Cada dia eu tenho mais certeza que para muitos os prazeres efêmeros e momentâneos cancelam um futuro de valores verdadeiros e absolutos

... algo que ele tinha na mão o impedia de agir a sua fé, o amor e qualquer outro sentimento que o levasse a estar perto da Graça.

Respondeu-lhe Jesus: Não vos escolhi a vós os doze? e um de vós é um diabo.João 6:70-71

As moedas são lançadas sobre as mesas e sobre os púlpitos... e em nossa consciência... questionamentos: 
- Vendo Jesus...? 
- Vendo meu chamado...? 
- Nego a fé...?
- Ignoro a chama ardente em meu peito...???

Estamos todos sentados diante de uma mesa espiritual e Jesus está com o pão molhado oferecendo para o traidor... quem se habilita? 

"As moedas são colocadas também em nossas mãos e cabe a nós definirmos o que fazer com elas. "

Judas Iscariotes, homem escolhido e amado por Jesus, assim como eu e você, fez a sua escolha! Ele selou o seu trato com os assassinos dando um beijo na face do Cristo. Foi revelado naquele momento o seu caráter profano e homicida!!
Quando percebeu que Jesus estava preso e caiu em si, foi compelido pelo remorso, mas não quiseram desfazer o negócio e nem aceitar o dinheiro de volta nas mesma condições. A culpa é um fardo muito difícil e pesado de carregar. Ninguém gosta de levar a culpa por qualquer coisa, ainda que seja mínima! 
O diferencial na questão de judas é que ele não se arrependeu! Remorso não traz apaga transgressão, este sentimento só traz a amargura de ter feito, e não a vontade de voltar e apagar o ato; remorso não converte só abre mais a ferida na alma!
Arrependimento faz a diferença, esse sim traz sobre nós o perdão de Deus em todas as situações. Deus não resiste a um coração quebrantado e uma alma contrita, o seu amor é muito poderoso e não deixará o sincero e necessitado se passar por um ímpio.

Talvez nessa caminhada, você que está lendo este comentário, tenha trocado Jesus por qualquer coisa, tenha desvalorizado o ministério que ele  te deu, se tornando assassino, profano e violador da graça!
Eu tenho para você uma notícia de Deus:

- Ainda tem perdão para aquele que percebe o seu erro e não quer mais viver no engano... Aleluia!

o Senhor abre as portas do céu para o arrependido com sinceridade, para aqueles que querem compromisso com o poder do seu amor, e se você hoje se dá conta do erro de Judas Iscariotes e quer ser curado dessa doença que tem contaminado muita gente, inclusive você; fale com Jesus agora! Não há barreiras que fiquem de pé diante do homem que confia no Senhor! Aleluia!

As trinta moedas de prata são as mesmas, apesar dos tempos serem outros, mas e a sua atitude qual será?

Onde está o tesouro de um homem, aí está o seu coração!

No final das contas, você é quem decide.

Um grande abraço a todos!

Shalom Adonai,


Cesar Vitoriano



Dados interessantes:
O ministério de um sacerdote começa aos trinta anos
jesus iniciou seu ministério aos trinta anos
Tinha trinta côvados a altura da arca de noé
Após a morte de Arão, Israel chorou por trinta dias.
O prêmio pelo Enigma de Sansão prometia trinta mudas de roupas e trinta túnicas
Davi começou a reinar aos trinta anos






Bibliografia:
http://www.bibliaonline.com.br/
http://crentinho.wordpress.com/2006/10/27/como-judas-morreu/
http://pregacoesfn.wordpress.com/2009/06/02/esau-trocando-bencao-por-maldicao/
http://www.bibliaonline.com.br/